Vodafone: 5G é o remédio para combater o impacto da Covid-19

Se no Brasil, o leilão do 5G é postergado e a Covid-19 é uma das argumentações utilizados para o adiamento – agora a previsão é que o certame aconteça no primeiro trimestre de 2021 –  a Vodafone do Reino Unido foi ao governo para pedir a implantação mais rápida da tecnologia como forma de recuperação da economia diante do impacto da Covid-19.

Estudo produzido pela operadora mostra que o 5G vai adicionar até 130 bilhões de euros até 2030, sendo metade desse valor, nos próximos cinco anos.  O relatório, produzido pela consultoria WPI Economics, marcou o primeiro ano de atuação da Vodafone UK no 5G. Hoje o serviço está presente em 44 locais do Reino Unido. “O 5G vai criar novos empregos, vai abrir oportunidades de negócios e melhorar a prestação de serviços públicos”, atesta o estudo.

“É crucial reconhecer o papel que a conectividade rápida e confiável terá no desbloqueio do potencial digital existente em todas as nações e regiões do Reino Unido”, sustentou o CEO da Vodafone UK, Nick Jeffery. Mas para obter bons resultados, a operadora pediu ao governo que centralizasse os serviços digitais, criando uma política única para compras e investimentos acelerados no 5G.

Fonte: Convergencia Digital

Please follow and like us:

Related posts

Leave a Comment