Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Ana Paula Lobo* – 30/06/2020

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G, advertiu o responsável pela Omdia na América Latina, Ary Lopes, ao participar do Futurecom Summit Digital, nesta terça-feira, 30/06. O especialista antecipou alguns tópicos de pesquisa feita pela  Omdia, ex-OVUM, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai render R$ 5,5 trilhões para o Brasil, com o governo adicionando quase R$ 1  em receitas com serviços 5G.

“TICs serão os mais beneficiados como usuários e implementadores com R$ 1,2 bilhão, mas são todas as verticais terão benefícios”, pontuou. Para Lopes, 5G vai combater a recessão econômica determinada pela Covid-19 no Brasil e na América Latina e precisa ser implantado de forma urgente. “O estudo nos mostra que o 5G vai adicionar 1 ponto no Produto Interno Bruto do Brasil com o aproveitamento pleno da tecnologia. Isso é um efeito impressionante, se pensamos no impacto negativo da Covid-19 na economia “, reforça. A pesquisa completa será lançada nas próximas semanas.

Lopes observou que 240 milhões de latino-americanos vivem em regiões sem oferta de banda larga e que 100 milhões vivem em área de cobertura, mas não contratam o serviço por falta de recursos financeiros. A região também contabiliza 60% dos domicílios sem banda larga fixa. “No Brasil, são 39% dos lares sem banda larga acima de 30 Mbits. As operadoras terão oportunidades efetivas de incrementar a base de serviços com o 5G, na oferta de banda larga fixa”, reforçou o responsável pela Omdia na América Latina.

Fonte: Convergencia Digital

Please follow and like us:

Related posts

Leave a Comment