Surgem golpes para o futuro sistema de pagamentos PIX

Atualização: 23/9/20 Apple impede downgrade do iOS 14. Novo sistema que substitui TEDs e DOCs já é alvo de golpistas. E mais: atualizações do bem e do mal, Windows, iOS, WhatsApp e Facebook corrigem problemas e trazem novas funções.

Com as pessoas passando muito mais tempo na internet fazendo compras e transações bancárias, a FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos) registrou um crescimento nos vários tipos de golpes e fraudes financeiras. Durante a quarentena, os golpes de phishing para roubo de dados pessoais e financeiros cresceu 80%.

Outro golpe que disparou – crescimento de 65% – foi o do falso funcionário do banco que diz que o cartão bancário foi clonado e pedem que a vítima digite a senha do cartão no telefone. Ele informa também que um motoboy irá buscá-lo para fazer uma perícia. Logicamente, nunca entregue cartões, celulares ou outros dispositivos eletrônicos a ninguém.

bbh-singapore-SQ7FAjZNEjI-unsplashIdosos: 60% de aumento nos golpes financeiros

Ainda em fase de implementação, o PIX – novo sistema de pagamentos e transferências bancárias criado pelo Banco Central – já está sendo utilizado em golpes. Golpistas pedem o cadastro de dados pessoais e bancários para obtenção das futuras chaves de validação.

“Seja pelo telefone, por e-mail, pelas mídias sociais, SMS, o fraudador solicita dados pessoais do cliente, como números de cartões e senhas, em troca de algo, ou ainda induz o usuário a ter medo de alguma situação”,
Adriano Volpini, diretor da Comissão Executiva de Prevenção a Fraudes da FEBRABAN

AMS

Use apenas o app official do seu banco, em vez de links em e-mails e mensagens. No Android, ative o Módulo Internet do Avast Mobile Security para que ele escaneie todos os links e sites que visitar, protegendo você de forma automática e em tempo real contra golpes de phishing.

Atualizações do Windows 10 e do iOS 14

Há algumas semanas, a Microsoft lançou uma atualização (KB4576754) para corrigir outra (KB4559309) que estava deixando a abertura dos computadores muito mais lenta. Não havia opção para desinstalar a atualização problemática que, ainda por cima, era feita de forma automática.

No recém atualizado iOS 14, uma falha estava impedindo a troca dos apps padrão após o reinício do dispositivo, que voltam a ser o Safari e o Mail. A Apple deve liberar uma correção em breve para que você possa configurar outros navegadores e apps de e-mail como padrão, por exemplo, o Gmail ou o Outlook. Alguns usuários estão arrependidos de ter atualizado para o iOS 14 tão rápido. Se você é um deles e fez uma cópia de segurança do seu dispositivo antes da atualização, pode voltar ao iOS 13. A Apple removeu a assinatura digital do iOS 13.7, o que significa que já não é mais possível fazer o downgrade para a versão anterior.

Outro problema trazido pelo iOS 14 – e que também está presente no Android 10 – é a dificuldade de conexão a redes corporativas. A Cisco alertou* que a função de privacidade que torna aleatório o endereço MAC da rede Wi-Fi e impede o rastreamento do usuário está impedindo a conexão em empresas e escolas. A “solução” é desativar esta função: Ajustes > Wi-Fi > escolha a rede > desative “Endereço Privado”.

Corrigidas falhas de segurança no Facebook

O Facebook corrigiu duas falhas de segurança* que permitiam descobrir quem fazia parte dos grupos secretos do Messenger que estivessem na mesma região (cidade, universidade, etc.). Essa informação pode ser usada em golpes direcionados ou para construir e vender o perfil de uma determinada pessoa.

WhatsApp vai permitir fotos e vídeos que se autodestroem

A versão 2.20.201.1 do app vai permitir que mensagens e mídias (fotos, vídeos e GIFs) sejam eliminadas automaticamente dos dispositivos (remetente e destinatários) depois que forem abertas. A função chamada “Expiring Media” fará aparecer um ícone com o número 1 indicando que o arquivo só poderá ser aberto uma única vez.

Sending_Expiring_Image_Android-768x400Arquivos de mídia poderão desaparecer sem deixar rastro. Fonte: WABetaInfo

Voltam a aparecer rumores* de que o app vai poder ser usado em até 4 dispositivos ao mesmo tempo, com o recurso “Linked Devices” (Dispositivos Vinculados, em tradução livre). No momento, o WhatsApp Web apenas “espelha” as mensagens e exige que o smartphone esteja ligado.

Loading_Screen_Web-768x515Desafio: manter a criptografia e o armazenamento seguro das mensagens. Fonte: WABetaInfo

Além de tudo isso, a autenticação por biometria* e as chamadas de voz/video pelo WhatsApp Web também estão nos planos da empresa do grupo do Facebook.


A Avast é líder global em segurança cibernética, protegendo centenas de milhões de usuários em todo o mundo. Saiba mais sobre os produtos que protegem sua vida digital em nosso site e receba todas as últimas notícias sobre como vencer as ameaças virtuais através do nosso Blog, no Facebook ou no Twitter.

* Original em inglês.

Photos by Shane and BBH Singapore on Unsplash

Fonte: Blog Avast

Please follow and like us:

Related posts

Leave a Comment