Ainda vale a pena comprar carro? Testamos o app Turbi

Soluções na medida do seu negócio

Ainda vale a pena comprar carro? Testamos o app Turbi

{itemcontente}

Turbi

A cada dia, surgem mais e mais alternativas à compra de um veiculo próprio. Com a onda dos aplicativos, começamos muitas vezes a nos questionar se vale comprar um carro — mesmo quem já tem começa a pensar se vale a pena sair de casa com ele, visto que na maioria das vezes o custo de estacionamento, da gasolina e de possíveis manutenções pode ser maior do que simplesmente pedir um carro por app.

Tem cerca de dois anos que eu escrevi uma matéria aqui no MacMagazine sobre o Turo, um aplicativo americano para você alugar carros nos Estados Unidos sem necessariamente ter que falar com alguém (de vez em quando você quer se locomover mas não quer ter alguém dirigindo para você).

Confesso que eu achei pouco provável, na época, que algo assim chegasse ao Brasil tão cedo, mas pelo visto queimei a minha língua: agora temos uma opção, o app Turbi. O conceito dele é muito parecido com o que escrevi na época.


Ícone do app Turbi - Aluguel de Carros

Turbi – Aluguel de Carros

de Turbi Compartilhamento de Veiculos S/A

Compatível com iPhones
Versão 5.0.0 (98.7 MB)
Requer o iOS 11.0 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Screenshot do app Turbi - Aluguel de CarrosScreenshot do app Turbi - Aluguel de CarrosScreenshot do app Turbi - Aluguel de CarrosScreenshot do app Turbi - Aluguel de CarrosScreenshot do app Turbi - Aluguel de CarrosScreenshot do app Turbi - Aluguel de Carros

Pelo app, você encontra o carro mais próximo, desbloqueia ele pelo aplicativo, tira foto de possíveis avarias que encontrar para que você não seja descontado disso posteriormente, envia tudo pelo próprio app… e pronto: é só pegar a chave no porta-luvas e sair dirigindo. Depois, basta devolvê-lo no mesmo lugar.

O que achei interessante na proposta da Turbi é que, diferentemente da Turo, o preço do combustível já está incluído na sua diária – e caso você tenha que reabastecer, tem um cartão no carro que você usa justamente para isso.

Veja uma explicação rápida no video abaixo sobre como funciona todo o processo:

O uso dele para mim foi tão simples como mostrado no video: preenchi alguns poucos dados pessoais, tirei um selfie e foto da habilitação, e enviei os documentos para aprovação. Esta, porém, não é automática — tudo precisa de uma validação, mas em poucas horas a conta é ativada.

Acredito que esse processo ainda seja assim por questões de segurança, mas quem sabe tudo isso mude com o tempo e fique mais automático.

Outra coisa que me surpreendeu positivamente foi a frota ser toda automática (eu particularmente prefiro assim) e o fato de termos três tipos de carro (um mais popular, uma “SUV” e um mais “luxuoso/esportivo”).

Os pacotes são contabilizados por hora + quilometragem, algo muito vantajoso para necessidades curtas, como por exemplo, fazer compras em um supermercado, buscar alguém e voltar para casa, etc. Mas existem opções de 12 ou 24 horas, além de pacotes com mais horas os quais tornam tudo bem interessante — o desconto pra locações mais longas deixa o preço bem mais barato se comparado à locação por hora.

Um exemplo desse último cenário seria uma diária de 12 horas, que custa R$60 + R$0,50 por quilômetro rodado. Levando em consideração que existem carros pela cidade toda de São Paulo (região inicial do app), está me parecendo uma boa opção, já não tem locadora de carros em qualquer lugar e, dependendo do que você precisa fazer, um táxi sairia mais caro.

Baixando o app e usando o cupom #MICHEL8395, você ganha R$50 para utilizar o serviço, o que dá para ter uma ótima noção de como ele funciona. No meu primeiro uso, não cheguei a utilizar nem esse valor — peguei o carro a 300 metros de casa, fui para a minha fisioterapia e voltei.

O único ponto negativo que encontrei até agora nos testes que fiz foi que, às vezes, você pode pegar um carro que não esteja 100% limpo (principalmente comparando com o cenário de pegar um carro em alguma locadora). Essa limpeza eu acredito que aconteça de forma mais espaçada.

Ainda assim, eu já peguei carro praticamente zero, cheirando a novo, então vale a pena olhar isso dependendo do que você for fazer ou se estiver saindo com o carro para buscar alguém. Como existem muitos veículos em São Paulo, dá pra tentar pegar outro se você identificar esse problema.

Autor: Michel Duarte Corrêa
Fonte: Mac Magazine